Saiba tudo sobre a situação do Shopping Aricanduva e os demais shoppings de São Paulo

Nesta terça-feira (17), a Prefeitura de São Paulo divulgou um balanço da fiscalização dos centros comerciais de São Paulo. Dos 47 estabelecimentos, apenas 19 estão sem problemas. Vinte e quatro estão irregulares e quatro têm liminar judicial que impede a fiscalização da Prefeitura de São Paulo.

Segundo a Prefeitura, os principais problemas são a falta de vagas para estacionamento e a ampliação irregular dos prédios.

A Prefeitura divulgou ainda que o Shopping Interlagos foi o quarto estabelecimento punido e tem até o dia 15 de agosto para regularizar sua situação. Ele foi multado em R$ 1,9 milhão em um programa de fiscalizações realizado pela Prefeitura. As informações são do SPTV.

Trata-se de mais um empreendimento na mira da Prefeitura. Em junho, o Ministério Público do Estado de São Paulo divulgou que os shoppings Higienópolis e Pátio Paulista funcionavam de forma irregular e que teria havido o pagamento de propina para funcionários da Prefeitura.  Isso motivou fiscalizações da Prefeitura, que acabou cassando a licença dos estabelecimentos. O Mooca também também foi multado por não ter concluído obras viárias no entorno. Os três podem fechar até o final de julho.

De acordo com o secretário da Coordenação das Subprefeituras, Ronaldo Camargo, alguns shoppings acabaram, ao longo do tempo, ocupando parte das vagas de estacionamento “com outras atividades”. Se os problemas não forem resolvidos, a Prefeitura disse que vai fechar os shoppings.

As irregularidades encontradas em cada shopping não foram divulgadas pela Prefeitura.

Entre os shoppings irregulares, o Mooca Plaza informou que terminará nesta terça-feira (17) sua última obra viária no entorno. O Shopping Pirituba afirmou que já está regularizando uma diferença de metragem existente em seu mezanino em relação à planta aprovada pela Prefeitura. A administração do Shopping Frei Caneca informou que foi notificada a apresentar documentos e que “está tomando as devidas providências”, assim como o Shopping Butantã. O Eldorado disse que está regularizando a documentação.

A Brookfield, responsável pelos shoppings Pátio Paulista, Raposo e Brascan, disse que não iria se pronunciar no momento, postura semelhante à tomada pelos shoppings Center Norte e Lar Center. O Interlagos não se manifestou. O Shopping Metrô Itaquera disse entender que está regularizado. Caso semelhante do Higienópolis, que afirma ter absoluta segurança de que cumpre rigorosamente as exigências legais referentes ao número de vagas de estacionamento. O Shopping Portal do Morumbi diz que possui auto de regularização expedido pela prefeitura de São Paulo atestando que a edificação está regular e o uso do imóvel permitido para centro de compras.

Veja a lista dos shoppings e sua situação:

Documentação correta: Shopping Anália Franco (Anália Franco), Shopping Cidade Jardim, Shopping Campo Limpo, Plaza Sul, Center Lapa, Shopping D, Metrô Boulevard Tatuapé, Shopping Metrô Tatuapé, Shopping Center Penha, D&D, Shopping Iguatemi (Pinheiros), Shopping Vila Olímpia, Parque JK, Boa Vista, Market Place, Morumbi, Center 3, Shopping Ibirapuera, Metrô Santa Cruz.

Com irregularidade: Shopping Pátio Paulista, Pátio Higienópolis, Mooca Plaza, Shopping Eldorado, Interlagos, Raposo Shopping (Butantã), West Plaza, Shopping Center Pirituba, Light, Shopping Butantã, Portal do Morumbi, Leste Aricanduva, Shopping Metrô Itaquera, Shopping Continental (Jaguaré), Bourbon Shopping Pompéia (Perdizes), Shopping Pompeia Nobre (Pompeia), Brascan, Santana Parque Shopping, Santana, Top Center, Shopping Frei Caneca (Consolação), Lar Center, Shopping Center Norte, Central Plaza.

Liminar judicial que impede fiscalização: Shopping Villa-Lobos, Shopping Center Norte, Lar Center, Shopping Jardim Sul (Morumbi), Shopping Aricanduva (Aricanduva) e Mooca.

Punidos: Shopping Paulista, Shopping Pátio Higienópolis, Mooca Plaza Shopping, Shopping Interlagos.

Fonte: G1




Deixe seu comentário