Postos de combustível são lacrados no Aricanduva e em São Miguel

Dois postos de gasolina da Zona Leste de São Paulo foram lacrados pela Secretaria da Fazenda de São Paulo após ser constatada a venda de combustível adulterado. Segundo a assessoria de imprensa da secretaria, o Posto de Serviço Marechal Tito Ltda., em São Miguel Paulista, e o Auto Posto País de Gales Ltda., na Vila Aricanduva, estão fechados desde a sexta-feira. Os dois tiveram a inscrição estadual cassada. O anúncio foi feito nesta terça (12).

Amostras coletadas durante a operação indicaram a presença de solvente adicionado à gasolina dos dois estabelecimentos. Segundo a secretaria, o solvente, por não ter todas as características próprias da gasolina, ocasiona a corrosão de peças do motor de automóveis, causando grandes prejuízos aos proprietários de veículos.

A equipe de reportagem  não conseguiu entrar em contato com os donos dos dois estabelecimentos lacrados. Eles ficarão proibidos de exercer atividade comercial no ramo durante cinco anos.

Operação
Com as atuais interdições, sobe para 843 o número de postos que tiveram a inscrição estadual cassada em todo o estado de São Paulo desde o início da Operação de Olho na Bomba, em 2005. A fiscalização consiste em aferir bombas, conferir os dados cadastrais do estabelecimento e coletar amostras do combustível comercializado, que são encaminhadas à Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) para análise. Estão sujeitos à fiscalização postos de combustíveis, distribuidoras e transportadoras.




1 resposta

  1. Reinaldo 27 de abril de 2011

Deixe seu comentário