Próxima da lista, linha branca passará por região do Aricanduva

A próxima linha de Metrô a sair do papel será a 15-Branca, que ligará a Vila Prudente, na zona leste, a Guarulhos. O edital para qualificar empresas que farão a obra foi publicado anteontem. A novidade é que o ramal será um prolongamento da Linha 2-Verde: segundo o governo do Estado de São Paulo, o passageiro vai demorar 36 minutos para ir de Aricanduva, na zona leste, à Avenida Paulista, sem precisar fazer baldeações.

A promessa do secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, é terminar os trâmites burocráticos (para seleção das construtoras) até dezembro.

A linha terá 12 estações e 13 km de extensão, com expectativa de transportar 900 mil de pessoas por dia – somando passageiros  da Linha 2-Verde – e orçamento entre R$ 1,4 bilhão e R$ 2 bilhões.

O primeiro trecho, com 4,6 km, terá quatro estações (Orfanato, Água Rasa, Anália Franco e Vila Formosa) e deverá ficar pronto em 2017. Já a segunda etapa, com 8,7 km e oito estações (Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva, Penha, Penha de França, Tiquatira, Paulo Freire e Dutra), deve ser inaugurada até 2019.

A Linha Branca vai na contramão dos ramais em estudo atualmente. Será construída e operada pela companhia, enquanto a atual aposta do governo é investir em Parcerias Público-Privadas. O ramal terá ainda conexão com a Linha 3-Vermelha e a CPTM e deverá servir para desafogar a Linha 3, a mais lotada do mundo, com 10 pessoas por m².

Se as promessas do governo se concretizarem, cinco linhas estarão em construção ao mesmo tempo em março – fato inédito no País. Além da Branca, há a Linha 5-Lilás – em obras entre Santo Amaro e Santa Cruz, na zona sul de Sp – e a 4-Amarela, cujas estações da segunda etapa ainda estão sendo feitas. Também há obra de monotrilho na 2-Verde (Vila Prudente a Cidade Tiradentes) e na 17-Ouro (do Morumbi ao Jabaquara, passando pelo Aeroporto de Congonhas). / B.R.

Fonte: Investe SP




Deixe seu comentário