Aricanduva e mais vários bairros em estado de atenção nessa terça (18)

Toda a capital paulista entrou em estado de atenção nesta terça-feira (18), por causa das chuvas que atingiram a cidade. Às 17h10, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) decretou a situação na zona norte, oeste, centro e na marginal Tietê. Às 17h25, as zonas sul, sudeste, leste e marginal Pinheiros também entraram em atenção.

Por volta das 17h40, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrava sete pontos de alagamento na cidade, sendo um intransitável: na rua Maria Coelho Aguiar, na esquina com avenida João Dias, sentido bairro.

O aeroporto Congonhas e o Aeroporto Internacional de Guarulhos estavam abertos para pousos e decolagens, por volta das 17h30.

De acordo com o órgão, chovia forte principalmente nos bairros em Perus, Pirituba, Jaraguá, Tremembé, Casa Verde, Santana, Butantã, Campo Limpo, São Mateus, Itaquera, Cidade Tiradentes e Guaianases. Na Grande São Paulo, chovia forte em Mairiporã, Guarulhos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras e Osasco.

Conforme os meteorologistas do CGE, a previsão é de que as chuvas se espalhem por toda a cidade, com pontos fortes em diversas regiões, inclusive com potencial para queda de granizo, rajadas de vento e formação de alagamentos.

Trânsito

Apesar da chuva forte, o trânsito na capital paulista estava abaixo do nível da média, às 18h15 desta terça-feira. No horário, a pior situação era na avenida 23 de Maio, com mais de 5 km de lentidão. Na marginal Pinheiros, a CET registrava 5,1 km de trânsito.

Efetivo da CET

Assim que a cidade entrou em estado de alerta, agentes da CET foram enviados para monitorar os principais corredores de trânsito e locais com possibilidade de alagamento, como a Marginal Tietê, a Marginal Pinheiros, o Vale do Anhangabaú e os entornos dos rios Tamanduateí, Aricanduva, Ipiranga e Pirajussara.

As equipes ficam de prontidão efetuando bloqueios e desvios em ruas alagadas, operando semáforos apagados por falta de energia e acionando equipamentos e operações especiais de trânsito para que as chuvas e problemas ocasionados por elas não colocassem em risco pedestres e motoristas.

Fonte: R7




Deixe seu comentário