Aricanduva: Chuva causa alagamentos; Defesa Civil decreta atenção em várias áreas

A chuva que atingiu São Paulo na tarde desta segunda-feira causou 13 pontos de alagamento na cidade. Nenhum impediu a passagem dos veículos. De acordo com previsão do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da prefeitura, a chuva deve persistir nos próximos dias.

Por volta das 19h, ainda havia dois alagamentos na cidade: na rua Romão Gomes, altura da avenida Valdemar Ferreira, e na pista local da marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, altura da rua Juvenal Gomes Coimbra.

Por conta da chuva, a Defesa Civil municipal decretou estado de atenção e alerta devido a risco de deslizamento para 23 regiões da cidade. A Casa Verde ficou em alerta. As outras 22 regiões em atenção são Perus, Pirituba/Jaraguá, Freguesia do Ó, Santana, Jaçanã, Butantã, Vila Prudente, Aricanduva, São Miguel Paulista, Penha, Cidade Tiradentes, Itaim Paulista, Ermelino Matarazzo, Campo Limpo, Ipiranga, M’Boi Mirim, Cidade Ademar, São Mateus, Capela do Socorro, Lapa, Guaianases e Itaquera.

A escala da Defesa Civil passa por observação (condições normais), atenção (possibilidade de alagamentos), alerta (transbordamento de rios e córregos) e alerta máximo (estado de calamidade pública).

Segundo o órgão, a medida é preventiva e leva em conta a chance de deslizamento provocado pelas chuvas.

De acordo com o CGE, fica mantido o risco para deslizamentos de terra e formação de novos alagamentos porque o solo já está bastante encharcado pelas chuvas que atingem a cidade desde sábado (1).

Nesta terça-feira (4), o dia deve começar com chuvas fracas, que devem ganhar intensidade à tarde. O CGE afirma que a tendência para os próximos dias também é de chuva, principalmente no período da tarde.

Fonte: Folha de S. Paulo




Deixe seu comentário